Critica Filme #5

A minha dona já viu este filme há duas semanas, mas decidiu que seria a oportunidade perfeita para voltar com as criticas.
Os meus donos mais velhos e o meu dono mais novo foram ver o 007 com uns amigos e a minha dona mais nova, como é do contra, disse que não ia ver o 007 porque não gostava e foi sozinha ver outro filme. Foi a oportunidade perfeita para ver o Tom Hardy no seu novo filme. 

LEGEND

Título do Filme Original: Legend
Título do Filme em Português: Lendas do Crime


Duração do Filme: 131 minutos
Género: Biografia / Crime / Thriller
Ano Lançamento: 2015
Atores Principais: Tom Hardy, Emily Browning, Colin Morgan, Christopher Eccleston, Joshua Hill.
Realizador: Brian Helgeland.



Sinopse do Filme: O filme conta a história da ascensão e queda dos mais famosos gangsters de Londres, os gémeos Ronald e Reggie Kray. Os gémeos tomam conta da cidade, mas à medida que o território que controlam vai aumentando, começam a surgir demasiadas divergências causadas pelo poder, loucura e uma mulher. Estas divergências acabam por enfraquecer a relação entre eles e o seu poderoso império começa a quebrar.


Comentário ao filme: O filme é narrado por Frances (Emily Browning), namorada e posteriormente esposa de Reggie, que me conquistou com a primeira coisa que disse: "It took a lot of love to hate him the way I did".
Tinha visto o trailer há uns meses e estava à espera que o filme fosse recheado de tiros, sangue, guerra de gangsters e dinheiro por isso fiquei bastante surpreendida e agradada com esta história romântica pelo meio (sou uma lamechas).
Tom Hardy está estupendo no papel dos gémeos. Eu sou suspeita porque gosto bastante do ator, mas ele está realmente magnifico.
Reggie e Ronald querem governar Londres, mas apesar de serem gémeos são bastante diferentes, enquanto que Reggie é o irmão "controlado" e discreto, Ronald é esquizofrénico, impulsivo e violento. As decisões que cada um vai tomando ao longo do filme demonstram isso mesmo e quando Reggie se apaixona por Frances as discussões que existiam entre os irmãos intensificam-se. Frances quer que Reggie seja um homem honesto e que deixe a vida de gangster, mas os laços de sangue e a ânsia por poder, dinheiro e fama falam sempre mais alto. Não posso dizer grande coisa para não spoilar.
Adorei no inicio quando o Reggie sai de casa com uma chávena de chá para oferecer aos policias que estão de plantão à espera que ele pise a linha. O filme tem um humor negro que me agradou bastante, uma banda sonora muito bem enquadrada e um guarda roupa estupendo (a Frances está sempre impecável!).
Tem várias cenas de violência que me fizeram revirar os olhos, mas confesso que saí do filme a chorar.
Acho que já repararam que gostei bastante do filme, além das interpretações, que foram excelentes, a história consegue cativar desde o primeiro momento. A parte negativa foi que várias situações e relações podiam ter sido mais desenvolvidas, tais como a relação entre Frances e o cunhado, Ronald. Teria sido interessante ver mais da dinâmica entre os dois. Outra coisa que não ficou muito explicita foi relativa aos problemas psicológicos de Frances que também teria sido interessante desenvolver, visto que no fim acaba por ser muito importante. Mas no geral fiquei bastante satisfeita.

Spoilers (selecionar para ler):
Não conhecia a história destes dois irmãos, mas já fui pesquisar algumas coisas e eles eram mesmo lixados, acho que no filme amansaram a coisa. Dizem as más línguas que enquanto os irmãos estavam presos, Reggie confessou que tinha sido Ronald a matar Frances.


Classificação do filme8,8 gatos (1 a 10 gatos)


"It took a lot of love to hate him the way I did". 
Frances Kray, Legend

"Ronald Kray:  (on his twin stabbing Jack) Why did you kill him? 
Reggie Kray: (walks up so he is pressing his forehead against his twin) Because I can't kill you!" 

Ronald and Reggie Kray, Legend

Miaus e Ronrons. Shizuka