Férias verão 2015 parte I

Ora bem... Férias. 
Uma palavra tão engraçada. Mas este ano só vamos utilizar novamente esta palavra no natal.
As férias de verão já acabaram. Supostamente a minha dona prometeu que voltava ao blog na segunda feira, mas cheira-me que ela ainda tem restinhos dos vícios das férias entranhados, ou seja, preguiça. 

Mas avançando... Férias é sinal de babysitter aqui em casa. 
Sim porque os parvos dos meus donos só querem o bem bom para eles. Sempre que vão de férias não nos levam, deixam-nos aqui em casa. 
E porquê perguntam vocês. Porque o Nobita é um medricas. Ou seja, por mais vontade que a minha dona tenha de nos levar e por mais que o Nobita (e ela) chorem de saudades, acabamos sempre por ficar em casa.

Como eu fico em casa contrariada tiro a semana para a destruir (estou a exagerar como é óbvio, porque a casa é minha e eu não a ia destruir) e fazer a vida negra ao Nobita (sim, porque ele é que é o culpado de eu não ir para o bem bom).
Dou-vos só uma ideia, sempre que os meus donos vêm de férias têm de tirar os dois dias seguintes só para arrumar a casa e limpar os meus pêlos de todos os cantinhos. 
É bem feita para aprenderem.

Mas estava eu a falar de babysitter... O Nobita faz sempre a vida negra ao nosso babysitter de serviço (que conforme agendas ou é o tio da minha dona ou a nossa vizinha). Este ano calhou ao tio. No final da semana ele ainda tinha medo do Nobita. Conta ele que cada vez que entrava cá em casa o Nobita parecia que estava possuído. Escondia-se em cima do frigorífico e começava a soprar, a miar e fazia carantonhas. 
Eu pelo contrario ia sempre dar-lhe turras, sim, porque eu não sou burra, durante uma semana era ele que nos ia alimentar e limpar a casa de banho e eu tinha de o impressionar para ele me dar mais comida. Mais comida. E mais comida.

E devo dizer-vos que o impressionei bastante! A minha dona quando chegou a casa pôs as mãos na cabeça e disse: "ai meu Deus, estão tão gordos!"
Virei-lhe logo as costas. 
Quem é ela para dizer que eu estou mais gorda? 

Mas adiante, foi um festim enquanto estivemos em casa sozinhos. Dizem os meus donos que as férias deles também foram altamentes, mas não foram melhores que as minhas e do Nobita (as minhas principalmente, porque o Nobita foi meu criado a semana inteira). Mas como eu sou vossa amiga, vou fazer umas publicações com algumas fotografias para vocês poderem tirar as vossas próprias conclusões.




Miaus e Ronrons. Shizuka