E o prémio da gata mais genial do Mundo vai para...

... para mim pois claro!
Sem me querer gabar muito, mas eu sou uma gata mesmo genial, a mais genial do Mundo.
Pensam os meus donos que são meus donos ahah. Eu é que os tenho na mão. Eu chamo-os "donos" mas é só para despistar.

No sábado a minha dona decidiu que me podia enganar - como se isso fosse possível - e disse que íamos dar uma voltinha à rua. Pegou na trela do Nobita e meteu-me aquilo no meu rico corpinho. Depois eu fiz-lhe a vontade, saí da cama e dirigi-me muito calmamente para a porta (que estava aberta para irmos passear). Quando cheguei à porta e fui invadida pelo cheiro a liberdade decidi pôr o meu plano em prática. Virei-me para ela e, tal e qual como uma ginasta profissional, consegui escapar-me daquelas correntes todas (não são correntes a sério, são fitas almofadadas, mas eu digo que são correntes para parecer mais bad ass). A minha dona e o meu dono mais velho, que estavam comigo, ficaram parvinhos a olhar para mim a ir em direção ao meu passeio sem correntes. Tomem lá para aprenderem. Ainda está para chegar um humano que consiga domar um gato (não juntem o Nobita e a minha dona mais nova à equação).

E assim foi, o meu passeio em liberdade. Corri muito (1 metro, mas com paragens pelo meio) subi muitos muros (o da minha vizinha para ir visitar os patos), andei muito (andava 5 passos e descansava 2 minutos) e sujei-me toda. 
A minha dona andou doidinha atrás de mim, mas eu já lhe disse muitas vezes que quanto mais ela anda atrás de mim mais a minha volta se prolonga.
Resumindo enquanto ela me perseguia ou me chamava eu acrescentava 10 segundos ao meu passeio. Quando ela, derrotada, foi para casa eu decidi que o meu passeio já estava feito e fui para a entrada da porta à espera de ser recebida com beijinhos, abraços e vénias. E assim não foi... Levei mas foi uma palmada por ser teimosa.











Eu estou irritada nas fotografias porque a minha dona estava a tentar tirar-me um bocado de lixo que eu tinha na barriga. Mas ninguém me limpa sem a minha autorização.

Miaus e Ronrons. Shizuka