Casa dos donos mais velhos e casa dos donos mais novos

Ora bem, hoje vou-vos falar da mudança que houve na vida aqui em casa.
Os meus donos mais novos agora vivem sozinhos, eles acharam que já estava na hora e eu dei-lhes permissão.

Eu saí de casa dos meus pais quando tinha um mês. Se foi difícil? Claro que sim.
Os meus donos mais novos saíram de casa dos donos mais velhos com 27 anos. Se foi difícil? Óbvio.
Mas eles que não venham com histórias porque tiveram muito tempo para se prepararem e quem tem o trabalho todo sou eu. Imaginem lá que agora em vez de governar uma casa tenho de governar duas. Eles não têm de fazer nada de especial, só têm de trabalhar, arrumar a casa, limpar, fazer comida, fazer contas, fazer tudo o que eu quero e mando, etc etc. E eu tenho de dormir, comer, brincar e ainda governar. Injustiça.

Adiante.

Agora perguntam vocês, onde raio nós (eu e o Nobita) estamos?
E aí começam as peripécias.
Depois dos meus donos fazerem a mudança (vivem a dois minutos de carro dos meus donos mais velhos) a minha dona mais nova levou-nos para casa dela.
A casa dos meus donos mais velhos é uma casa que está apoiada no chão, enquanto a casa dos meus donos mais novos é um "apartamento" dizem eles - mas eu sei bem que aquilo é uma casa aérea, está suspensa no ar, eu vou à janela só vejo nuvens e não consigo ver o chão (ainda não percebi bem como é que a casa consegue estar no ar, mas eu ando a estudar o assunto e quando chegar a alguma conclusão aviso).
Como vocês sabem eu tenho 11 anos, o Nobita 10 e toda a nossa vida vivemos na casa dos donos mais velhos e então nas primeiras semanas foi um bocadinho estranho para nós.
A minha dona já tinha decidido uma decisão muito importante - para nós não passarmos o dia todo sozinhos na casa aérea (os donos mais novos passam o dia no trabalho), a minha dona de manhã leva-nos para casa dos donos mais velhos e quando sai do trabalho vai-nos buscar. Vamos passar o dia a casa dos avós, e assim nunca estamos sozinhos (os donos mais velhos estão quase sempre por casa, pelos vistos quando as pessoas chegam a uma certa idade deixam de trabalhar nos trabalhos e ficam só a trabalhar em casa, e quando não estão por casa nós temos uma divisão só para nós com uma grande janela aberta - não tenham muita esperança, a janela tem grades e não podemos sair de casa, é tipo uma prisão - e assim podemos estar sempre a apanhar ar, e estamos mais felizes assim, continuamos a partilhar tudo com todos os donos!). Ultimamente temos passado o fim de semana na casa aérea dos donos mais novos e a semana na casa dos donos mais velhos (o Nobita não gosta muito de andar de carro, e é um bocado stressante para ele andar de carro todos os dias. Stress e Nobita resultam em comichões, que depois passam para peladas e feridas - long story).

Isto foi tudo muito resumido, mas eu depois conto-vos tudo com mais pormenores: reacções de todos à mudança de casa, reacções do Nobita medroso a dormir noutro sitio (passou as primeiras noites a miar, só quando a minha dona acordava e falava com ele é que ele sossegava), reacções da Shizuka - corajosa, coisas a fazer quando se muda de casa, etc etc.

Agora como já estou cansada de escrever fico por aqui.
Deixo-vos umas fotos nossas no nosso primeiro dia na casa aérea.

Aqui estávamos a chegar a casa dos donos mais novos pela primeira vez:


Como podem ver eu sou super corajosa e saí logo da caixa (o Nobita não saiu, teve de ser a minha dona a tirá-lo).



Durante o jantar o Nobita já estava menos nervoso e lá foi para a mesa.



Depois do jantar andou à procura de esconderijos:

Aqui já tinha escolhido o meu canto do sofá e o Nobita estava num novo esconderijo em cima da minha dona.

Miaus e Ronrons. Shizuka